Blog

Exibir tudo

O que é Data Center e quais cuidados ter na sua escolha

Data Center

Estamos em uma era de nuvem computacional. Isso faz com que a gente se pergunte “onde de fato estão meus dados”. Mesmo quando armazenados em nuvem, há uma ou mais estruturas físicas envolvidas para hospedar estes dados. A escolha destes ambientes é de extrema importância para a segurança dos dados. Neste artigo você irá tirar todas suas dúvidas sobre o que é Data Center e quais cuidados ter ao escolher onde hospedar seus dados.

Anteriormente mais conhecido como Centro de Processamento de Dados – CPD, o Data Center é um local físico específico para alocar servidores. Não necessariamente cada empresa precisa ter seu próprio Data Center. Muito pelo contrário, nos dias de hoje é mais viável alocar seus servidores em Data Centers de terceiros. Estes, que normalmente são construídos pensando em redundância, segurança e compliance.

A construção de um Data Center exclusivo para sua empresa acaba custando muito mais. Afinal, o Data Center não pode ser apenas uma edificação para colocar seus equipamentos. Há diversos requisitos importantes nesse tipo de construção, como:

  • Energia ininterrupta;
  • Redundância de internet;
  • Proteção contra incêndios adequada a equipamentos com dados críticos;
  • Segurança física do local;
  • Entre outros.

Infraestrutura como um Serviço – IaaS

Com a evolução da nuvem surgiram novas modalidades que te ajudam a substituir sua infraestrutura local. Antigamente mesmo terceirizando o Data Center, necessitávamos comprar servidores e equipamentos para alocar nestes Data Centers. Tínhamos ainda a preocupação com licenciamento de software. E também com a necessidade de ter diversos fornecedores e custos. Inclusive custos com a logística destes equipamentos.

Hoje há a possibilidade de contratar recursos (CPU’s, Memória, Storage, Banda, Roteadores, Firewalls, etc.) diretamente dos provedores de serviços DCV (Data Center Virtual) e distribuí-los entre diversos servidores de acordo com a necessidade de sua empresa.

Data Center Virtual – DCV

Já que falamos de provedores de DCV, vou explicar rapidamente do que estamos falando. Basicamente um Data Center Virtual – DCV consiste no uso de conceitos de virtualização, pooling e automação de entrega de recursos em Data Centers. Este conceito também é conhecido em algumas empresas como SDDC – Software-defined Data Center e tem por objetivo realizar a entrega distribuída dos recursos conforme explicamos acima.

A importância de um bom Data Center

escolha de fornecedores que utilizam a nuvem para armazenar seus dados deve ser analisado criteriosamente. Isso mesmo, apesar de que aqui na Platon nós vivemos em nuvem, sabemos que não é em qualquer nuvem que seus dados estarão seguros. É importante validar sempre quais Data Centers são utilizados pela nuvem que você irá utilizar.

Ao saber qual Data Center está sendo utilizado, busque entender quais certificações possui o ambiente onde estarão seus dados. Algumas certificações como TIER III da Uptime Institute e ISO 27001 devem ser consideradas como pré-requisito. Isso porque as empresas que possuem essas certificações possuem recursos para aumentar a disponibilidade, integridade, confidencialidade e autenticidade de seus dados.

Certificação TIER III

A Certificação Tier é usada para mensurar o nível da infraestrutura de um Data Center. A Uptime Institute é responsável pelas certificações dentro do Sistema de Classificação Tier. As classificações foram criadas para descrever o nível de exigência requerido no ambiente e é dividido entre Tier I, II, III e IV.

O TIER I tem como requisitos:

  • Caminho de distribuição único não-redundante que serve os equipamentos de TI;
  • Componentes de capacidade não-redundantes;
  • Infraestrutura do local básico garantindo disponibilidade 99,671%;

Já o TIER II, tem como requisitos cumprir com todos os requisitos do TIER I e mais:

  • Infraestrutura do local com componentes de capacidade redundante, garantindo a disponibilidade de 99,741%;

O TIER III tem como requisitos cumprir com todos os requisitos acima (TIER I e II) e também:

  • Múltiplos caminhos de distribuição independente, servindo aos equipamentos de TI;
  • Todos os equipamentos de TI devem ser dual-alimentados e totalmente compatíveis com a topologia da arquitetura do local;
  • Infraestrutura local paralelamente sustentável, garantindo a disponibilidade de 99,982%;

O TIER IV, que é o último nível de Tier, tem como requisitos todos os requisitos do TIER I, II e III, além dos itens abaixo:

  • Todos os equipamentos de refrigeração são independentes e dual-alimentados, incluindo os de esfriamento e de aquecimento, ventilação e sistemas de ar-condicionado (HVAC);
  • Infraestrutura local tolerante a falhas, com instalações de armazenamento e distribuição de energia elétrica, garantindo a disponibilidade de 99,995%;

A nossa recomendação mínima é ter como pré-requisito o TIER III quando for contratar serviços em nuvem e/ou serviços de Data Center. Devido a uma comparação custo/benefício, normalmente o TIER IV é exigência apenas em casos de dados extremamente sensíveis, como em órgãos militares governamentais e em alguns bancos públicos ou privados. Data Centers TIER I e II deixam bastante a desejar nos quesitos de redundância, porém em alguns casos o TIER II pode ser uma alternativa mais barata para serviços não críticos.

Certificação ISO 27001

A certificação ISO/IEC 27001 é um padrão para sistema de gestão da segurança da informação (ISMS – Information Security Management System). A principal vantagem de utilizar Data Centers que possuem certificação ISO 27001 é a garantia de que os seus dados estão armazenados em um local que implementou um sistema para gestão da segurança da informação.

É importante que o seu negócio também tenha um sistema de gestão da segurança da informação. E agora com sanção da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais – LGPD brasileira, a preocupação com relação a proteção e segurança de dados deve ser redobrada.

Conclusão

Espero realmente que estas informações tenham contribuído no seu processo de escolha. Mas não considere estas informações apenas se for contratar algum Data Center ou provedores de serviços de Data Center (como a Platon). Busque saber com detalhes estas informações de todos os fornecedores que utilizam a nuvem para armazenar seus dados. Além do IaaS explicado acima, está muito comum o uso de SaaS – Software como um serviçoPaaS – Plataforma como um serviço nas empresas. Então se for o seu caso, antes da contratação de soluções SaaS ou PaaS entenda aonde os seus dados estarão armazenados e quais os critérios de segurança utilizados na infraestrutura. E adicionalmente a isto, tenha sua própria Política de Segurança da Informação para incrementar a segurança no tratamento de dados.

Deixe-nos seu contato para obter mais informações sobre este assunto

Fique tranquilo, não enviaremos spam para você.

Eduardo Broering
Eduardo Broering
Fundador e Diretor de Tecnologia da Platon.

Deseja conhecer mais sobre a Platon?

Fale conosco ou encontre-nos nas redes sociais: